Reflexos e reflexões

por Soluanny H. Barbosa

A cada chuva, surge uma nova exposição de imagens efêmeras, cujo curador é o sobe-e-desce do terreno. Mundos paralelos. Cidade refletida. Espelhos urbanos.​

Aqui, não se vê nada além do céu. Um passo adiante, e surge uma paisagem impressionista, uma casa no lago, uma árvore a florir.​

Numa poça, pode haver uma enxurrada de reflexões...

sobre imagem e imaginação

fotografia feita com Redmi 8,

Curitiba, Paraná, Brasil

junho de 2020

sobre proteção

fotografia feita com Redmi 8,

Curitiba, Paraná, Brasil

junho de 2020

Nessa cidade de muros, grades e cercas, a água acumulada nos pisos reflete os modos de habitá-la. A arquitetura de algum valor histórico se retrai, ocultando-se, tratando de proteger a vida privada de quem ali já não reside há muito tempo. Pelo telhado de duas águas, a tal função social de propriedade escoa lentamente. À vida pública, resta apreciar um cenário pouco generoso.

Convidando a deter-se por um momento, a placa, imóvel, sinaliza. A aparência contrastante faz sua mensagem ecoar. É como se dissesse a quem passa:​

– Observe o pinheiro surgindo adiante!​

Sinal de que se anda pelas terras do sul.

sobre sinais e pausas

fotografia feita com Redmi 8,

Curitiba, Paraná, Brasil

junho de 2020

Se o caminhante busca cor na paisagem ao redor, o espelho acinzentado no asfalto ganhará novos tons.

 

Qual é a cor dessa cidade? 

Espetáculo de arte, onde passos não ensaiados compõem uma coreografia livre do balé das calçadas. 

sobre cor e arte 1,

fotografia feita com Redmi 8,

Curitiba, Paraná, Brasil

junho de 2020

sobre cor e arte 2,

fotografia feita com Redmi 8,

Curitiba, Paraná, Brasil

junho de 2020

A poça reflete aquilo que ela mesma não contém. Reflete a vida. Mas, se contém água, deve ter um tanto de vida também. 

sobre essência

fotografia feita com Redmi 8,

Curitiba, Paraná, Brasil

junho de 2020